quarta-feira, 1 de março de 2017

Especial Oscar 2017: Premiados

Muitas piadas com o Trump, o melhor discurso não presente que se pode lembrar - do diretor Iraniano - Viola Davis divando e a rasteira de miss de Moonlight.

As Cobiçadas
O Oscar desse ano pode ter passado despercebido pela maioria dos brasileiros - muita mancada marcar o Carnaval no meio do Oscar - mas não passou despercebido pelos Canequeiros! E se você tava caído pelas ruas abraçado na garrafa dentro da sua fantasia de pierrot não conseguiu assistir a cerimônia, a gente te conta agora que já chegou a quarta-feira de cinzas o que aconteceu!

A cerimônia que rolou nesse domingo 26 de fevereiro surpreendeu pelo equilíbrio, mesmo quando todo mundo já achava que "La La Land - Cantando Estações" - e suas catorze indicações - ia ser o queridinho da noite, o filme levou apenas seis estatuetas pra casa - apenas - de melhor trilha e melhor canção original - quem diria?! - design de produção, fotografia, direção e atriz (Emma Stone). 

Seis dos nove indicados a Melhor Filme levaram alguma estatueta pra casa. Os filmes do homem-aranha "Até o último homem" e do irmão do Batman "Manchester a Beira-mar" levaram duas estatuetas cada, "A Chegada" e "Um Limite Entre Nós" uma cada - O Oscar ganhou a Viola Davis. E "Moonlight: Sob a Luz do Luar" três estatuetas, incluindo a de melhor filme.

"E o vencedor foi La La Land! Não! Pera!"
Mas o que vai marcar a cerimônia desse ano na história, com certeza, não são os Oscars de La La Land ou de Moonlight, e sim a gafe a lá miss universo que rolou na entrega do grande prêmio. Entregaram - pobre estagiário - pro Warren Beatty (apresentador da categoria) o envelope errado, o de melhor atriz (Emma Stone, por La La Land), em vez do de melhor filme e o homem anunciou La La Land como vencedor. Mas poucos minutos depois, antes mesmo do discurso do vencedor, alguém reparou na falha e então chamaram a galera certa pra receber o prêmio. Essa foi a primeira vez em 89 edições do prêmio que aconteceu algo assim. Marcante.

Saiba todos os vencedores da 89ª edição do Oscar:

Melhor filme
- "Moonlight: Sob a luz do luar" (Moonligth) - Vencedor
Agora sim, Moonlight

- "A chegada" (Arrival)
- "Até o último homem" (Hacksaw Ridge)
- "Estrelas além do tempo" (Hidden Figures)
- "Lion: uma jornada para casa" (Lion)
- "Um Limite entre nós" (Fences)
- "A qualquer custo" (Hellor High Water)
- "La la land: Cantando Estações"
- "Manchester à beira-mar" (Manchester by the Sea)

Melhor diretor
Damien Chazelle ("La la land: Cantando estações") - Vencedor
- Dennis Villeneuve ("A chegada")
- Mel Gibson ("Até o último homem")
- Kenneth Lonergan ("Manchester à beira-mar")
- Barry Jenkins ("Moonlight: Sob a luz do luar")

Melhor ator
- Casey Affleck (“Manchester a beira mar”) - Vencedor
- Denzel Washington (“Um Limite entre nós”)
- Ryan Gosling (“La La Land – Cantando estações”)
- Andrew Garfield (“Até o Último Homem”)
- Viggo Mortensen (“Capitão Fantástico")
Viola Diva Davis

Melhor atriz
Emma Stone (“La La Land - Cantando estações“) - Vencedora
- Natalie Portman (“Jackie“)
- Meryl Streep (“Florence: Quem é essa mulher?“)
- Ruth Negga (“Loving“)
- Isabelle Huppert (“Elle“ )

Melhor ator coadjuvante
- Mahershala Ali (“Moonlight: Sob a luz do luar“) - Vencedor
- Jeff Bridges (“A qualquer custo”)
- Lucas Hedges ("Manchester à beira-mar")
- Dev Patel (“Lion: uma jornada para casa”)
- Michael Shannon ("Animais noturnos")

Melhor atriz coadjuvante
- Viola Davis ("Um Limite entre nós") - Vencedora *-*
- Naomi Harris ("Moonlight: Sob a luz do luar")
- Nicole Kidman ("Lion: uma jornada para casa")
- Octavia Spencer ("Estrelas além do tempo")
- Michelle Williams ("Manchester à beira-mar")

Melhor fotografia
- Linus Sandgren ("La la land - Cantando Estações") - Vencedor
- Bradford Young ("A chegada")
- James Laxton ("Moonlight: Sob a luz do luar")
- Greig Fraser ("Lion: uma jornada para casa")
- Rodrigo Prieto ("O silêncio")

Melhor animação
- "Zootopia" - Vencedor
- "Kubo e as cordas mágicas"
- "Moana"
- "Minha vida de abobrinha"
- "A Tartaruga Vermelha"

Melhor filme em língua estrangeira
- "O apartamento" - Vencedor
- "Land of mine"
- "Um Homem chamado Ove"
- "Tanna"
- "Toni Erdmann"

Melhor roteiro original
- Kenneth Lonergan ("Manchester à beira-mar") - Vencedor
- Damien Chazelle ("La la land: Cantando estações")
- Taylor Sheridan ("A qualquer custo")
- Yorgos Lanthimos ("O lagosta")
- Mike Mills ("20th century woman")

Melhor roteiro adaptado
- Barry Jenkins ("Moonlight: Sob a luz do luar") - Vencedor
- Luke Davies ("Lion: uma jornada para casa")
- August Wilson ("Um Limite entre nós")
- Allison Schroeder e Theodore Melfi ("Estrelas além do tempo")
- Eric Heisserer ("A chegada")

Melhor documentário
Oscar de Efeito Visuais?! Por que será?
- "O.J. Made in America" 
- "Fire at sea"- "I am no your negro"
- "Life, animated"
- "13th"

Melhor curta-metragem
- "Sing" - Vencedor
- "Ennemis Intérieurs"
- "La femme et le TGV"
- "Silent night"
- "Timecode"

Melhor curta-metragem de animação
- "Piper" - Vencedor
- "Blind Vaysha"
- "Borrowed time"
- "Pear Cider and Cigarettes"
- "Pearl"

Melhor documentário em curta-metragem
- "The white helmets" - Vencedor
- "Extremis"
- "41 miles"
- "Joe's violin"
- "Watani: My homeland"

Melhor montagem (edição)
- John Gilbert ("Até o último homem") - Vencedor
- Joe Walker ("A chegada")
- Jake Roberts ("A qualquer custo")
- Tom Cross ("La la land: Cantando estações")
- Nat Sanders e Joi McMillon ("Moonlight: Sob a luz do luar")

Melhor edição de som
- Sylvain Bellemare ("A chegada") - Vencedor
- Renee Tondelli ("Horizonte Profundo: Desastre no Golfo")
- Robert Mackenzie ("Até o último homem")
- Ai-Ling Lee e Mildred Iatrou Morgan ("La la land: Cantando estações")
- Alan Robert Murray ("Sully: O herói do rio Hudson")

Melhor mixagem de som

- Kevin O'Connell ("Até o último homem") - Vencedor
- Bernard Gariépy ("A chegada")
- Ai-Ling Lee e Andy Nelson ("La la land: Cantando estações")
- David Parker ("Rogue One: Uma história Star Wars")
- Greg P. Russell ("13 Horas: Os soldados secretos de Benghazi")

Melhor design de produção
- David Wasco e Sandy Reynolds-Wasco ("La la land: Cantando estações") - Vencedor
- Patrice Vermette ("A chegada")
- Anna Pinnock e Stuart Craig ("Animais fantásticos e onde habitam")
- Nancy Haigh ("Ave, Cesar!")
- Guy Hendrix Dyas ("Passageiros")

Melhores efeitos visuais
- Robert Legato, Adam Valdez ("Mogli - O menino Lobo") - Vencedor
"Nosso final é tão bom que o Oscar até copiou"
- John Knoll, Mohen Leo ("Rogue One: Uma história Star Wars")
- Craig Hammack ("Horizonte Profundo: Desastre no Golfo")
- Stephane Ceretti ("Doutor Estranho")
- Steve Emerson, Oliver Jones ("Kubo and the two string")

Melhor canção original
- "City of stars" (La la land: Cantando Estações") - Vencedora
- "Audition (The fools who dream)" ("La la land: Cantando Estações")
- "Can't stop the feeling" (Trolls")
- "The empty chair" (Jim: The James Foley Story")
- "How far I'll go" ("Moana")

Melhor trilha sonora
- Justin Hurwitz ("La la land: Cantando estações") - Vencedor
- Mica Levi ("Jackie")
- Nicholas Britell ("Moonlight: Sob a luz do luar")
- Thomas Newman ("Passageiros")
- Dustin O'Halloran and Hauschka ("Lion: uma jornada para casa")

Melhor cabelo a maquiagem
- Alessandro Bertolazzi ("Esquadrão suicida") - Vencedor
- Eva von Bahr ("Um Homem Chamado Ove")
- Joel Harlow e Richard Alonzo ("Star Trek: Sem fronteiras")

Melhor figurino
- Colleen Atwood ("Animais fantásticos e onde habitam") - Vencedora
- Joanna Johnston ("Allied")
- Consolata Boyle ("Florence: Quem é essa mulher?")
- Madeline Fontaine ("Jackie")
- Mary Zophres ("La la land: Cantando estações")

Mais uma vez a equipe da Caneca está feliz em fechar mais um ciclo de Cinema e agradece a companhia de quem seguiu tudo aqui com a gente! Que venham os próximos filmes e agora, que passou o carnaval pós Oscar, podemos dizer oficialmente: Feliz Ano Novo!

Cris F Santana
(@CrisFSantana)


Ps. Se você apostou no nosso quiz não deixe de conferir aqui o resultado! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...