domingo, 23 de novembro de 2014

Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1 (Por Rodrigo Sansão)


E um dos filmes mais aguardados do ano finalmente está no cinema!! Obviamente que o C de Caneca foi conferir. 

Bom, antes de mais nada, minha opinião sobre os livros da trilogia dos Jogos Vorazes: Devorei todos os 3 livros com requeijão e batata palha.(Essa é pra você CrisFSantana). 
A trilogia é muito boa mesmo!! Se você tiver a oportunidade, leia!

Mas hoje, tentarei fugir dessa análise pra não contaminar a análise do filme. Partirei direto para o terceiro filme, considerando que você, leitor, já assistiu os anteriores. 

O filme começa com Katniss Everdeense adaptando a rotina no Distrito 13. Depois de resgatada durante os últimos jogos, Katniss precisa liderar a revolta que acontece em todo país. O Tordo representando a esperança através de Katniss é explorado pelos rebeldes para motivar todos os distritos contra Capital. Tendo que enfrentar seus medos, angústias e ao mesmo tempo defender sua mãe, sua irmã e Peeta que fora capturado pela Capital comandada pelo Presidente Snow

Achei desnecessário dividir Esperança em duas partes, não há tantos fatos relevantes que expliquem essa divisão em dois filmes. Mas se foi dividido,  "A Esperança - parte 1", cumpre o seu papel. Mostra os conflitos políticos, os bastidores do poder, estratégias de guerra, tensão psicológica, a motivação nas revoltas e o começo da revolução.  Finalmente, os distritos começam a se rebelar contra as barbáries do governo totalitário da Capital . E justamente essas revoltas são as cenas que ganham o filme. 

O ponto negativo, na minha humilde opinião, é esse pseudo romance, que ninguém entende, entre Katniss e Peeta. Sim, tenho certa implicância com o Peeta. Por vezes,  Peeta tem atitudes de índole duvidosa, algumas inclusive claramente covardes e mesmo assim é idolatrado por Katniss. Acho a relação que Katniss tem com Gale muito mais bonita e sincera do que com Peeta.

Enfim, tirando alguns contras (a maioria por conta da própria história do livro), o filme é ótimo. Jennifer Lawrense tem sua melhor interpretação da série. Gostei muito da Julianne Moore interpretando a presidente do Distrito 13 e Philip Seymour Hoffman fazendo sua última aparição como Plutarch Heavensbee.  No geral a adaptação é muito bem feita e muito bem dirigida. 

Não chega a superar Em Chamas como adaptação, mas consegue ser igualmente fiel ao livro. 
Vale o ingresso! E no final ficará com água na boca pela continuação. 




8 comentários:

  1. Na verdade eu acho que o filme deixou um pouco a desejar as intenções do Peeta para criar aquela famosa audiência de trio amoroso, como o Crepúsculo por exemplo que no livro você não tem nenhuma dúvida que o Jacob é só um amigo de Bela, o mesmo acontece no Jogos Vorazes, no livro fica claro que Gale é o melhor amigo dela, lógico que ele gostaria de ser mais, mas ele mesmo percebe que ela só o beijava por dó, fora que é um relacionamento realmente de se confundir, porque Gale e Katniss são sobreviventes, quando o pai dela morreu e ela teve que sustentar a casa e ia em um lugar perigoso (o mercado de trocas) e sabia que a qualquer momento poderia ser pega e daí não teria ninguém para alimentar sua família já que sua mãe estava em depressão e então aparece Gale disposto a ajudar, a caçar com ela, foi sua companhia sua vida toda e quando ela vai para o primeiro jogo é o Gale quem alimenta a família dela, enfim, muita coisa a agradecer, é difícil dar um fora ou mesmo saber o que você sente por uma pessoa que sempre esteve lá por você. Agora o Peeta? Ah! o Petta tem uma queda pela Katniss desde de quando ela era criança e ele ficava encarando ela na escola e ela nem notava, ele fica inventando coisas para forçar um "falso relacionamento" para mostrar para TV, mas tudo aquilo é o que ele realmente sente por ela, mas acha que ela é boa demais para ele então não diz para ela e ela também tem sentimentos por ele, mas não sabe exatamente o que significa, mas quando ela tem pesadelos ela não se importa de chamá-lo para abraçá-la ou entra em desespero só com a idéia de perdê-lo. Ela o ama não tem como duvida, apesar de ser durona e desde de nova ter que enfrentar coisas que ninguém espera que uma criança enfrente, e ele é inseguro e acha que ela é areia de mais para o caminhão dele, mas a ama também, se ele fosse menos inseguro ele faria mais além de preparar biscoitos e confeitar bolo para ela, mas é o jeito dele eu na verdade acho fofo.
    O que eu quero dizer é que o Filme focou nos jogos e na guerra, mas tem muito mais para contar que só isso. O filme optou por fazer uma história geral, porém no livro tudo se passa através dos olhos dela, o filme estava bem superficial o fato de ter dividido em duas partes foi um salve para a saga porque assim eles vão conseguir dar um sentido mais aguçado para a história, eu sei que a Esperança está praticamente idêntica ao livro, mas eu gostaria que a parte II fosse diferente, o final ficou muito sem sal. a Katniss é fria e reservada, mas ela não merece aquele fim, mas como disse essa é só minha opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiramente obrigado Katya pelo comentário, maior até que o meu post uhauhauhaua
      =D

      Bom, eu concordo em alguns pontos que citou, no filme as intenções de Peeta são ainda mais nebulosas do que no livro. Mas até mesmo no livro, em alguns pontos ficamos em dúvida sobre a intenção dele. Percebo em várias ocasiões ele "virando a casaca" pra salvar a própria pele e em seguida ele muda de lado tentando dar a entender que fez isso pra ajudar a Katniss. Esse tipo de atitude que me fazem não gostar muito do personagem.
      A questão de ambos estarem apaixonados é evidente, realmente ninguém duvida.
      Só que a forma que o Peeta demonstra esse amor nunca me convenceu.

      Quando digo que a relação que ela tem com Gale é mais bonita e sincera, foi justamente por tudo que você escreveu no comentário, pela fidelidade dele, pela coragem, pelo companheirismo, pela amizade dele desde a infância. Não digo que os dois deveriam ficar juntos, isso é outra questão mesmo, embora torcesse pelo Gale, sabia que era com o Peeta que o Katniss era apaixonada desde o começo.

      O que me irritou no filme foi que Katniss coloca Peeta num pedestal, arrisca toda uma causa por ele. Algo como "Dane-se a Revolução, primeiro o Peeta". Ah, mas é alguém que ama? Sim, pelas pessoas que amamos faremos qualquer coisa, ai que estão o grande dilema e talvez a grande discussão, ainda mais porque aparentemente o amor da vida dela está lutando do lado oposto. É no mínimo complicado.

      Outro ponto importante foi o que você comentou sobre o livro se passar sobre os olhos dela, mas isso achei positivo no filme, pois muitas cenas são mais esclarecedores e dão uma visão mais clara do que estão acontecendo nos distritos, enquanto que no livro tudo é baseado no que acontece diretamente com o Katniss.

      O livro é sim muito mais do que isso, principalmente mais intenso quanto as emoçoes dela, porém como em qualquer filme é necessário as vezes dar foco em ações mais diretas, precisa ser mais ágil e mais objetivo para tentar "agradar a gregos e troianos".

      A questão de dividir em duas partes, continuo achando desnecessária, foi muito mais por puro marketing do que (como você sugeriu) dar um sentido mais aguçado para a história. E também não acho que vão mudar muita coisa no final, a Katniss continuará sendo reservada, fria e sem sal rs.

      Enfim, é minha opinião apenas, de qualquer forma agradeço muito por compartilhar seu ponto de vista aqui no blog =)

      Excluir
    2. Concordo em certa parte com você rs, porém o problema que ninguém vê é que existem dois líderes sedentos por poder, eles não estão nem aí para ninguém só querem ser líderes e ter mais poder que o outro, a Katniss não é chata, ela é a única que sabe que nenhum dos presidentes estão se lixando para as pessoas que estão morrendo pela "causa". Não da para falar muito sem Spoiler então a única coisa que eu posso dizer é: Se você fosse o peão de um jogo onde sua única função é fazer o serviço sujo para que as pessoas que estão de guiando como marionetes fiquem bem perante os pobres, que são outros peões, a espera de que algo mude você ficaria feliz em ajudar? Enquanto a pessoa que você ama é só mais uma peça do tabuleiro sendo jogada contra você para te machucar. A Katniss é só mais uma vítima da ganância e ela sabe disse, então não ela não ta afim de participar dessa manipulação por poder, ela só quer a pessoa que esteve do lado dela e a protegeu e quis entregar sua vida em troca da dela, ela só quer deixar que esses dois gananciosos se matem por poder, enquanto ela trás a caça para mesa e deixa o Peeta fazer a janta rs.
      Sobre ter duas partes, é óbvio que é Marketing, afinal o filme é um Blockbuster.
      Os fãs choram para que a história continue, então se continuar significa mais um pouquinho antes do fim, então que seja.
      Eu sinceramente não era muito fã do filme, fiquei com preguiça de esperar a continuação filme e acabei lendo os livros para ver o que acontecia, virei fã e assisti os filmes novamente, o que me deu uma ótima perspectiva da história, então só dá para saber o que achar dessa história se você assiste o filme e o livro como um conjunto e não separadamente.
      beijos

      Excluir
    3. Também fiz a mesma coisa que você, vi o primeiro filme, depois li os 3 livros em sequência pois queria logo saber o que ia acontecer rs.
      Concordo em relação as ditaduras, no filme não fica tão evidente, mas no livro fica bem óbvio. Concordo também sobre manipulação, só que discordo que passaria na cabeça dela, que esses dois gananciosos se matem e ela vá a caça e coloque a mesa pra fazer a janta com o Peeta, naquela conjuntura, nenhum dos dois iria sobreviver se a Capital não fosse derrubada. E tenho minhas ressalvas sobre essa "proteção" que ela teve com o Peeta.. mas enfim... rs

      Excluir
  2. Eu ainda não li os livros pra ter uma impressão sobre a história.. Achei um ótimo filme.. Mas quero ler os livros principalmente para saber se a Katness dos livros é tão chata quanto a do filme.. Sobre não ser a pessoa política que eles queriam e só se importar com o seu romance, muito mais do que com o futuro da sociedade..

    ResponderExcluir
  3. Só queria acrescentar que estou adorando essa troca de opiniões aqui.. Alimentando minha vontade de conhecer a história.
    Acho que é o tipo de resultado dos sonhos de todo blogueiro!
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Ah, boa análise, mas no meu ponto de vista o Peeta não é esse personagem dúbio como foi descrito! Pelo contrário, acho que é por ele ser tão transparente e simples que fez com o Katniss aos poucos o fosse "idolatrando".
    Reconheço todo o mérito do companheirismo do Gale e assim sua importância para a série e para a Katniss, porém na parte romântica o coitado sempre esteve na friendzone, os dois só tiveram momentos mais intimos quando estavam meio no desespero ou pena (que egoísta essa Katniss, hein?).
    Desde o inicio do livro 1 eu saquei a intenção da autora em fazer o choque da personagem durona da Katniss com a fragilidade e inocência do Peeta (eu sempre vi como um conto de fadas ao contrário, em que o rapaz é mocinho a ser salvo pela mocinha) e sabia que de algum modo esse choque de extremos e ainda mais pelo Peeta já ser apaixonado por ela, uma hora ia balançar a voda sofrida da Katniss.
    Se o Peeta tomou alguma decisão (que eu nem lembro) egoísta, tinha todo direito, estava no HG, assim como a Katniss estava fazendo tudo para sobreviver, o reencontro deles na arena, fez-se tudo modificar, ali eles criaram uma ligação só deles, uma experiência inédita, impossível de ser quebrada.
    Já no livro 2, eu já percebia a Katniss já apaixonada pelo Peeta, ela já enxergava como um cara bem inocente e puro, sem maldade, e mesmo ela não percebendo que gostava dele, ela toma diversas atitudes óbvias para o leitor que ela gostava sim!
    Acredito que o fato de vc ter um amigo companheiro não tem nada a ver com vc TER DE ESTAR apaixonada por ele. Como já diria aquela música tosca: "traição é traição, romance é romance, amor é amor e um lance é um lance" kkkkkkkkkkk
    O Peeta e ela, foi um aliança de que início forçada e falsa, se tornou verdadeira e forte. Coisa de pele, química! Não tem explicação. Ela ama o cara e pronto. Quantas vezes a gente se pega pensando: "mas putz, ja gostei daquela pessoa" ou então "sei que fulano gosta de mim e uma ótima pessoa, mas não sinto nada mais de amizade"
    É isso, o Peeta a conquistou aos poucos, e o Gale é friendzone (se fosse pra ela ficar com ele, a Suzanne teria sorteado o Gale e dado um tom dramático logo de início nos jogos do primeiro livro, mas ela colocou o Peeta de propósito! Pra amenizar o tom da personagem e carga política preexistente na rebelião).
    Enfim, eu fui meio Katniss, fui me apaixonando pelo Peeta aos poucos tb, diversas vezes eu ate pensava "mas essa mulher é egoísta, fica enrolando os dois, mas devia logo assumir o Peeta de uma vez". A Katniss sempre deixava claro que se sentia bastante a vontade e sentia MUITA falta do Peeta (livros 2 e 3), se isso não é amor, não sei o que é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, muito obrigado pelo comentário.

      Desde o começo minha análise foi baseada no filme como disse no começo do post em que tentaria fugir da análise do livro pra não contaminar a análise do filme.

      Bom, acho que o livro, obviamente, é muito mais detalhista na relação Katniss - Peeta. O filme deixa muito a desejar pra explicar essa relação entre eles. Tanto que a maioria das pessoas que leram o livro têm uma percepção muito mais clara das intenções dele.

      Eu sinceramente não gosto do personagem do Peeta no livro, nem no filme. Isso é opinião pessoal mesmo, sempre achei as atitudes dele muito estranhas desde o começo. Por mais que no fim se justifiquem de alguma forma. Mas isso é bastante discutível. Não discuto que os dois se amam, pelo menos no livro rs, E concordo totalmente que ela sempre gostou do Gale apenas como amigo, o que eu coloquei no post, foi que acho a relação entre Katniss e Gale mais bonita.
      Só isso. Mais uma vez, opinião pessoal mesmo.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...