terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Especial Oscar 2017: Moonlight: Sob a Luz do Luar

(Moonlight - 2016)

A difícil trajetória de conhecer a si mesmo diante dá diversidade do mundo, essa foi a história que encontrei em Moonlight Sob a Luz do Luar.

Concorrendo a oito estatuetas (incluindo melhor filme) o filme traz a história de Chiron (Alex R. Hibbert/Ashton Sanders/Trevante Rhodes ou Little/Chiron/Black, nas fases da vida), um garoto negro que cresce no subúrbio de Miami, em meio ao tráfico de drogas e enfrentando o julgamento dos colegas de escola que o julgam e ofendem o tempo todo.

moonlight
Little / Chiron / Black
Em uma das fugas para não apanhar dos "colegas" de escola, Chiron conhece Juan (Mahershala Ali), o traficante local que acaba se afeiçoando ao menino e eles ficam muito próximos, numa relação quase paternal, inclusive apoiada pela mulher do Juan, Teresa (Janelle Monáe, a pé-quente do Oscar).

Dividido em três "atos" (o filme é inspirado em uma obra que foi um projeto de faculdade nunca apresentado) Moonlight mostra três fases da vida de Chiron: infância, adolescência e vida adulta, mostrando a solidão que o garoto viveu em cada fase enquanto buscava seu auto conhecimento.

Mahershala Ali mostrou ótimo trabalho na interpretação de Juan, que depois de se afeiçoar ao menino se vê dividido entre fazer o papel de pai e ao mesmo tempo ser o traficante que fornece drogas para a mãe dele Paula (Naomie Harris) um enfermeira viciada em craque que, diga-se de passagem, também está ótima no papel, mostrando duas faces: a mãe carinhosa e preocupada quando está sóbria e a agressiva quando dopada. Ambos concorrem ao Oscar de coadjuvantes.

moonlight
Garotinho e Traficante ou Uma Relação de Confiança
O filme surpreende e emociona embora, para o meu gosto, seja extremamente falado e parado. Vale mesmo pelo show de interpretação do elenco, com destaque para Alex R. Hibbert que faz o Chiron criança, o "Little" que consegue dizer muitas coisas apenas com o olhar.

Salemme
(@DaniSalemme)
Lista de indicações ao Oscar 2017:
- Filme
- Ator Coadjuvante (Mahershala Ali, o Juan)
- Atriz Coadjuvante (Naomie Harris, a mãe)
- Direção (Barry Jenkins)
- Fotografia (James Laxton)
- Edição (Joi McMillon e Nat Sanders)
- Trilha Sonora (Nicholas Britell)
- Roteiro Adaptado (Barry Jenkins)

Conheça todos os indicados: Oscar 2017 - Indicado





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...