segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Especial Oscar 2015: O Jogo da Imitação

(The Imitation Game - 2014)

O Jogo da Imitação é mais um dos filmes biográficos concorrendo ao Oscar em 2015. Conta a história de Alan Turing, matemático britânico considerado um dos pais do computador. A máquina desenvolvida por Turing foi capaz de decifrar o até então indecifrável modo de criptografia da máquina Enigma, utilizado pelos Alemães na transmissão de mensagens durante a Segunda Guerra Mundial. E adiantou a vitória dos Aliados.




Não há muito o que se falar do filme. É necessário assistir para se entender porque Alan merece ser retratado. Sua história, suas realizações, sua genialidade, sua contribuição para a humanidade e como o mundo não só não reconheceu, como também o condenou a uma vida de injustiças.

O filme é bem feito, não peca nas caracterizações e ambientações do período histórico retratado. Pode se chamar de um filme completo. Uma boa história e tecnicamente bem arranjado. Mas não acredito que tenha o potencial necessário para brigar pela estatueta de Melhor Filme. O que justifica as suas inúmeras nomeações a prêmios de Cinema, mas poucos prêmios de fato. Algo parecido pode se dizer de Morten Tyldum em sua primeira indicação na categoria de Direção. Keira Knightley está linda no papel de Joan Clarke, parte importante na vida de Alan. A personagem é a principal responsável pelos sutis toques de bom humor na história. É merecida a indicação a estatueta de Atriz Coadjuvante, mas não acredito que a Academia a premiará. O filme também tem as indicações por Roteiro Adaptado (de Graham Moore) de melhor Montagem e melhor Trilha Sonora (um dos dois filmes que renderam indicação a Alexandre Desplat, um mito). A indicação a estatueta de Designe de Produção merece ser destacada, como já disse, as ambientações históricas são muito bem feitas. Mas, o grande destaque entre as oito indicações de Jogo da Imitação é a de Melhor Ator para Benedict Cumberbatch, que está brilhante interpretando o biografado, talvez o único real concorrente de Eddie Redmayne (de Teoria de Tudo) na categoria.

Sem dúvidas, O Jogo da Imitação é um ótimo filme. Merece suas indicações. E recomendo assisti-lo.

(Cris F Santana
Uma apaixonada confessa pelo sotaque Britânico)

Uma curiosidade a mais: Benedict Cumberbatch foi o primeiro a interpretar Stephen Hawking em A História de Stephen Hawking (2004), justamente o personagem de seu maior concorrente no Oscar em 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...