quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Especial Oscar 2016 - O Regresso (Por Rodrigo Sansão)

(The reverant - 2015)


"Porque este é Joseph Climber, um exemplo de perseverança, um exemplo de que não devemos desistir jamais, . mas a vida, a vida é uma caixinha de surpresas, e numa bela manhã de sol..."

Não! O Regresso não é a história de Joseph Climber, e sim de Hugh Glass, mas bem que poderia ser, tamanho AZAR desse cara.



Hoje falaremos deste filme que lidera em indicações para o Oscar 2016, são 12: Melhor filme, Melhor Diretor , Melhor ator, Melhor design de produção, Melhor fotografia, Melhor figurino, Melhor Montagem, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem de Som, Melhor Cabelo e Maquiagem e Melhores Efeitos Visuais.

Leonardo DiCaprio é Hugh Glass, um caçador em busca de dinheiro e sobrevivência que parte para o Oeste americano por volta do começo do século 19. Glass é atacado por um urso e traído pelo seu parceiro John Fitzgerald (Tom Hardy) que além de rouba-lo ainda mata seu filho. Ferido e abandonado, Hugh precisa enfrentar muitas dificuldades para voltar e se vingar da morte de seu filho.


O Regresso é mais uma história de vingança dentre tantas que aparecem por aí. Mas o que tem de diferente no filme? Por que tantas indicações? Na minha opinião, se por um lado temos uma história não muito original nem muito diferente de tantos filmes clichês/justiceiros, por outro temos um espetáculo de produção! (sorry aos educados de plantão): O Filme é bonito pra caralho!!! Cenas lindíssimas, fotografia espetacular, paisagem fora de série, daqueles visuais que daria facilmente pra colocar como proteção de tela no seu computador rs. 

Em termos de prêmios técnicos, apenas O Regresso conseguiu me colocar uma pontinha de dúvida em relação a minha torcida por Mad Max (ainda incomparável rs). Qualquer prêmio seria mais do que justo.


Mais uma vez, Alejandro G. Iñárritu mitou! Depois de dirigir um filme fantástico ano passado (Birdman) e levar o prêmio de Melhor Filme no Oscar 2015, o mexicano se superou, fez outro trabalho tão foda quanto.

Direção primorosa e espetacular! Destaco(amos) as cenas estilo "Tarantino" com sangue espirrado, mortes brutais e etc. (esse destaque é originalmente da minha amiga/parceira/rommie CrisFSantana que compartilho e assino embaixo)

Provável que role um repeteco de Melhor Diretor! E será merecido!

Agora quanto a atuação de Leonardo DiCaprio, muita gente ficou dividida. O fato do personagem sofrer pra CARALHO², ajudou muito no seu trabalho. E isso foi inclusive um dos argumentos que ouvi, de que ele fez apenas o "arroz e feijão" e aproveitou a "sofrência" do personagem. Bom, eu discordo. Gostei muito da sua atuação.
Acho que principalmente por ele sair um pouco dos últimos papéis em que ele era sempre o esperto/especial/diferentão. Fazer o "sofrido" deu uma variada no seu repertório! Não sou grande fã dele, mas acho que dessa vez ele se superou e seria muito injusto ele não levar esse Oscar! Acho que finalmente, DiCaprio perde esse trauma e leva essa prêmio inédito pra carreira.

Não sei se levará para Melhor Filme, talvez a história não seja tão forte e tão pouco convincente, mas pelo conjunto da obra não ficaria surpreso se levasse.

Enfim, eu gostei bastante do filme, embora as 2 horas e 36 min deixem o filme cansativo e meio arrastado. Não é meu estilo preferido de filme, e também não é uma história marcante nem empolgante. Mas é um belíssimo filme que com certeza você não irá se arrepender em assisti-lo, por isso, recomendamos!


Rodrigo Sansão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...