quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Trash - A Esperança Vem do Lixo (por Salemme)

Trash - A Esperança Vem do Lixo (2014)

Tive uma grata surpresa ao assistir hoje o filme Trash: a esperança vem do lixo, de 2014. O enredo não poderia ser mais atual: corrupção, espalhada por todos os lados, inclusive entre os órgãos que deveriam defender os cidadãos.

Rafael (Rickson Tevez) e Gardo (Eduardo Luís) são dois adolescentes que moram no lixão do Rio de Janeiro e trabalham catando e separando lixo para ganhar uns trocados e sobreviver. Um dia, Rafael encontra uma carteira recheada de dinheiro no meio da montanha de sacos e objetos jogados fora, o garoto divide a grana com seu amigo Gardo e decide guardar a carteira (que tem algumas fotos, cartões e uma chave). Eis que no dia seguinte, a policia aparece no lixão oferecendo a “honrosa” quantia de vinte reais (sim, vinte) para quem se empenhar em procurar a carteira perdida e mais uma recompensa para quem efetivamente acha-la.



Ainda que o valor da recompensa seja interessante para os garotos, Rafael não confia em Frederico (Selton Mello), o policial que está encarregado de achar a carteira, e decide não revelar seu segredo. Intrigados, os garotos procuram a ajuda de Rato (Gabriel Weinstein), outro garoto do lixão que abraça com eles a tarefa de descobrir porque aquela carteira tem tanta importância para a policia. Os três saem então atrás de pistas deixadas pelo dono da carteira, José Angelo (Wagner Moura).

Logo o trio vai perceber que a coisa é séria, um politico influente e uma rede de corrupção estão por trás de tudo isso e eles se veem dentro de uma grande encrenca que não coloca apenas eles em risco, mas também o Padre Julliard (Martin Sheen) e a Professora Olivia (Rooney Mara), ambos trabalham na comunidade e acabam envolvidos na trama.

Mesmo passando por situações extremamente complicadas até mesmo para um adulto, os meninos não desistem de ir até o final, principalmente depois de descobrirem que o que estão fazendo ajudará a finalizar um trabalho de muitos e muitos anos.

A direção de Stephen Daldry (O Leitor, As Horas e Billy Elliot) deixou o filme muito bem amarrado e intrigante.

O filme me emocionou. Pelo enredo, pelas imagens, pelas verdades que estão ali, pela esperança de termos mais Rafaéis, mais Gardos e mais Ratos no nosso mundo real. Além é claro de mais professores e padres destemidos em prol da verdade.

Se não assistiu ainda, assista, está mais do que recomendado!

Salemme
(@DaniSalemme)


“a gente continuou porque era isso que parecia certo”

Caneca de Estreias: 27 de Outubro

Uma Caneca de opções essa semana.. Confira no vídeo os filmes em destaque entrando em cartaz em 27 de Outubro!


Se Inscreva Aqui!                                                                                      Ver no YouTube


Essa semana na Caneca de Esteias:

O suspense baseado em livro, A Garota no Trem, de Tate Taylor (de Histórias Cruzadas), com Emily Blunt (da secretária do Diabo para o mundo), Haley BennettRebecca Ferguson (que deu porrada na missão). A animação da Pixar, Trolls. E a ação Jackie ChanFora de Rumo

Confira e Comente!


Cris F Santana
(@crisfsantana)



sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Caneca de Estreias: 20 de Outubro

Caneca boa de estreia essa semana! Confira no vídeo os filmes em destaque entrando em cartaz em 20 de Outubro!


Se Inscreva Aqui!                                                                                        Ver no YouTube

Essa semana na Caneca de Estreias:

Ben Affleck é o protagonista de O Contador do diretor Gavin O'Connor (d'A Casa de Vidro). No time das biografias tem O Mestre dos Gênios, retratando parte da vida do editor Max Perkins, do diretor Michael Grandage,com Colin Firth, Jude Law e Nicole Kidman. E pra fechar o terror Ouija: Origem do Mal. O terceiro filme da sequência, dessa vez pelo diretor Mike Flanagan (d'O Sono da Morte).

Confira e comente!


Cris F Santana
(@crisfsantana)

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Inferno (por Salemme)

Inferno (2016)

Embora eu tenha ido conferir na estreia, o texto demorou um tantinho pra sair porque eu tive dificuldades em não dar spoilers.

Inferno é mais uma aventura do professor de história Robert Langdon (Tom Hanks) já velho conhecido de quem leu os romances de Dan Brown ou assistiu os filmes homônimos O código da Vinci e Anjos e demônios.

Dessa vez Robert vai acordar num hospital em Florença, com um ferimento na cabeça e amnesia, não lembra absolutamente nada das últimas 48 horas (nem como foi parar ali) e tem que sair fugido do hospital com ajuda da Dra. Sienna Brooks (Felicity Jones) quando uma atiradora invade o hospital disparando contra ele.



Chegando na casa de Sienna, ele descobre que um novo enigma espera por ele, dessa vez deixado por um bilionário que acredita num colapso mundial próximo acarretado pela superpopulação.

Enquanto corre atrás de pistas baseadas no Inferno de Dante (A divinia comédia) Robert Langdon percebe que está sendo perseguido por muitas pessoas com objetivos diferentes e não sabe mais em quem acreditar.

A direção do filme ficou por conta de Ron Howard (que também dirigiu os outros suspenses de Dan Brown) e, na minha opinião, foi o melhor filme dos três. Está eletrizante, cheio de viradas e com fotografias belíssimas.


Até os últimos dez minutos de filme eu acreditei que sairia satisfeitíssima do cinema, mas...



Quem não leu Inferno vai achar o filme fantástico. Quem leu vai achar fantástico com ressalvas.


Em ambos os casos, vale a pena conferir no cinema!



Salemme
@DaniSalemme


quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Caneca de Estreias: 13 de Outubro

Caneca cheia de suspenses de estreia essa semana! Confira no vídeo os filmes em destaque entrando em cartaz em 13 de Outubro!

Se Inscreva Aqui!                                                                                        Ver no YouTube

Essa semana na Caneca de Estreias:

Tem Tom Hanks voltando a interpretar o sociologista Robert Langdon em mais um filme inspirado em livro de Dan Brown, Inferno, do diretor Ron Howard. Tem Nicole Kidman fazendo suspense no filme de estreia nas telonas da diretora Kim Farrant, Terra Estranha e tem animação Americana de história japonesa em Kubo e as Cordas Mágicas.

Confira e Comente!

Cris F Santana
(@crisfsantana)

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

O Lar das Crianças Peculiares

(Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - 2016)

O mais novo filme do aclamado diretor Tim Burton, O Lar das Crianças Peculiares, não foge as peculiaridades de seu diretor. A adaptação do livro O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares, o primeiro da trilogia escrita por Ransom Riggs, chega as telonas cheia das obscuridades e coloridos típicos de Burton (lembra do Edward? o das mãos de Tesoura).


Na história Asa Butterfield (que morou no relógio depois de usar pijamas listrados) é Jake, um rapazote que depois de perder o avô, resolve atender ao último pedido do ancião e parte seguindo suas pistas pelo País de Gales. E é numa ilha meio do País que o moço (com a ajuda da moça) encontra uma "fenda no tempo" que o leva ao Lar da srta Peregrine (Eva Green). Lá ele conhece as tais das crianças peculiares, crianças com habilidades diferenciadas como desaparecer, conter abelhas, super força.. E também a moça Emma (Ella Purnell, a Malévola teen) que tem a habilidade de controlar o ar (pausa romântica) e que logo é promovida a crush do rapaz. Daí que Jake descobre que ele também não é um carinha comum e é a sua peculiaridade que pode ajudar a galera local a se livrar do vilão malvadão (Samuel L. Jackson). 

Vale ressaltar! Você que leu o livro, não vá esperando ver a mesma história nos Cinemas! Tim Burton não fez uma adaptação a risca, o cara criou a sua própria versão da história, não melhor nem pior, apenas diferente e com seu final original - tirando trocar a habilidade de fogo, da moça, por ar, que essa ideia de "romantização" foi sacanagi. 

Uma curiosidade interessante é que Burton evitou os efeitos especiais em favor dos efeitos práticos (em vez de ilusões computadorizadas, usou efeitos de posicionamento de câmera e maquiagem). Inclusive integrando com stop motion pra contar partes da história.

Pra quem curte fantasia ou o estilo Tim Burton de fazer cinema (ou ambos), fica a dica da Caneca.


Cris F Santana
(@crisfsantana)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...