segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Especial Oscar 2015: Livre (Por Salemme)


Tenho uma queda por filmes baseados em histórias reais e por isso não pensei duas vezes antes de ir ao cinema conferir Livre.
Adaptado do livro de mesmo nome, conta a história da peregrinação de Cheryl Strayed pela costa do pacifico numa trilha de 1100 milhas (aproximadamente 1800 km). A trilha conhecida como Pacific Crest Trail (PCT) cruza a Costa Oeste dos Estados Unidos desde a fronteira com o México até o Canadá.

Wild/Livre - C de Caneca


A morte prematura de sua mãe Bobbi (Laura Dern) com 45 anos colocou Cheryl (Reese Witherspoon) em um caminho totalmente autodestrutivo. Aos 22 anos ela não supera a perda e busca refugio no uso de heroína e no sexo sem limites (e sem critério) que causa também o fim de seu casamento. Quando percebe o rumo que as coisas estão tomando em sua vida, Cheryl resolve que é hora de começar uma nova história para si mesma, deixar os fantasmas no passado, buscar autoconhecimento e traçar novas metas e ai, parte para a trilha onde durante mais de três meses passa por muitas adversidades e tem muito tempo para refletir.
No caminho, conhece algumas pessoas, mas passa a maior parte do tempo por conta própria, tendo que aprender as regras básicas da sobrevivência para se alimentar e dormir em segurança.
O longa é dirigido por Jean-Marc Vallée (Clube de Compras Dallas) que conseguiu, em minha opinião, fazer com que quase duas horas de filme com uma pessoa caminhando se tornassem extremamente interessantes, com autos e baixos que deixam os olhos grudados na tela, ávidos para saber o que vem depois. O diretor de fotografia, Yves Bélanger também tem grandes méritos para que não desviemos o olhar, o filme conta com incríveis paisagens da trilha, quase dá vontade de se arriscar por lá também.

A indicação das duas (Reese Witherspoon e Laura Dern) ao Oscar de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante, respectivamente, são merecidas, destaque para Laura Derm que rouba a cena com sua atuação. 

Boa opção em cartaz e pra quem for conferir seguem algumas curiosidades: a pequena atriz que vive Cheryl quando criança é filha da real Cheryl Strayed que por sua vez também participa do filme.

(por Salemme)

Update: O filme não levou nenhuma estatueta.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...